Quem é Vicente Cascione?



Na necrologia dos jornais publicam-se mortes cotidianas, e os sobreviventes do dia seguem vivendo.

Minha vida física decorre do imponderável. Mas a autobiografia de minha sobrevida moral é uma certeza absoluta, não é uma peça de ficção.

Sou um homem torto, meu lado direito é o avesso.

Sou este ser com suas entranhas a flor da pele. Tenho a alma na palma das mãos. O pensamento impresso nos olhos. O sentimento dissecado ao sol. O segredo tatuado no rosto.

Sou politicamente incorreto. Minhas explícitas mentiras desmentem verdades vigentes.

Ressuscito de meus pecados mortais. Corto as veias como um louco, e feito um poeta escrevo estrofes de sangue, e como um médico, tinjo as mão nesses versos hemorrágicos de sentimento.

* * *

Lugar de nascimento

Hospital da Beneficência Portuguesa – Santos – SP – Brasil

Data de nascimento

O mesmo dia da Queda da Bastilha, algum tempo depois...

Filiação

Maria Ângela Fernandes Cascione e Vincenzo Cascione

Estudos



Formatura do primário

1. Curso primário: Ateneu Progresso Brasileiro, situado no espaço onde foi aberta a rua Claudio Doneux, ligando a av. Ana Costa à Rua Bahia. É o mesmo colégio onde foram alunos o Luiz Alca de Sant’Ana, o Rubens Ewald Filho, o José Mário Ribeiro Gomes, o Geraldo e seus irmãos Forbes, o Arthur Domingues Pinto Filho, o José Mário e seus irmãos Ribeiro Gomes, o meu irmão Marcelo, o Edson Paes de Melo, e uma multidão de discípulos das magníficas Ida Delgado, Jandira Castanho, Lucila Franco, Emília Perilo...

2. Curso ginasial e colegial (científico): Colégio Santista.

3. Curso superior: Casa Amarela - Faculdade Católica de Direito de Santos, na remota turma de 1965 (bem antes da formação da UNISANTOS).

4. Curso de pós-graduação: Faculdade de Direito do Largo de São Francisco (USP), em 1967/1968.

Profissão

É um dos protótipos do poeta Antonio Maria, quando ele definiu: “Brasileiro, profissão Esperança”.

Bico

Advogado, há 46 anos, com a Esperança revogada.

Outros bicos

Jornalista Bissexto (A TRIBUNA, Jornal Cidade de Santos, revista ISTOÉ, etc.)

Radialista canhestro (Rádio Atlântica, Rádio Cacique, Rádio Record, Rádio Capital).

Título paradoxal

Vice-Reitor da Universidade Católica de Santos, em 1986/1987 (Primeira Reitoria da Universidade).

Professor

Direito Penal, História e Geografia

Infortúnio 1



Presidente do Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN); Diretor Geral do Departamento Nacional de Trânsito (DENATRAN); Superintendente da Polícia Rodoviária Federal, órgãos do Ministério da Justiça, em 1991.

Infortúnio 2



Duas vezes Deputado Federal, em 1995/1998 e 2003/2006.

Conselheiro Jurídico da Assembléia Nacional Constituinte. São de sua exclusiva idealização vários artigos da Constituição vigente, dentre eles o art. 5º, inciso X, que dispõe serem invioláveis a honra, a imagem, a vida privada e a intimidade das pessoas, respondendo por danos materiais e morais o autor da violação; e os artigos que permitem a responsabilidade penal (criminalização) das pessoas jurídicas nos crimes ecológicos e nos crimes econômicos.

Participou, com teses oficiais, e como debatedor de Congressos Internacionais de Direito Penal e Criminologia realizados em Roma, Madri, Paris, Budapeste, Viena, Hamburgo, Cairo, Mendoza...

Proferiu palestras nas universidades de Coimbra, Lisboa, Paris (Sorbone), Roma (Urbaniana), Nova Iorque, Londres e Rosário.

Busca



Newsletter

Cadastre o seu e-mail abaixo e receba as nossas newsletters:




Parceiros

Anuncie aqui Melting-Pot Production Cascione Advogados Associados City Parking